Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

emerson-cabral
No comando: Emerson Cabral

Das 00:00 as 24:00

Wayne Cochran, lenda do soul e compositor de “Last Kiss”, morre aos 78 anos

Compartilhe:
wayne-cochran

Wayne Cochran, uma das lendas do soul americano, acaba de falecer aos 78 anos de idade após uma luta contra o câncer.

Tendo o carinhoso apelido de “The White Knight of Soul”, Cochran nunca chegou a conquistar uma grande notoriedade por conta própria, mas algumas de suas músicas ganharam novas vidas através de versões feitas por outros artistas.

A mais conhecida delas é “Last Kiss”, regravada pelo Pearl Jam em 1999. Na mão de Eddie Vedder e companhia, a música chegou a conquistar o segundo lugar nas paradas americanas e foi utilizada em filmes e séries de televisão.

No entanto, a versão do PJ não foi a única a fazer sucesso. Em 1964, o grupo J. Frank Wilson and the Cavaliers já havia dado sua própria cara ao hit — também chegando perto do topo das paradas da Billboard.

A morte do cantor foi noticiada ao Miami Herald pelo filho de Cochran, Christopher. Wayne vivia em Miramar, na Flórida, e era um pastor evangélico há 30 anos.

“Família era tudo para ele”, disse Christopher. “Durante seus 25 anos de carreira na indústria da música, ele deu emprego para mais de 300 pessoas com diferentes membros de sua banda e pessoas de sua igreja. Ele sempre cuidava das pessoas. Ele cuidava de seu negócio como uma grande família”.

Cochran teve uma carreira impressionante. O cantor começou sua trajetória sendo o baixista para a lenda do soul Otis Redding, tendo inúmeras vezes citado Redding como uma grande influência em sua música.

Além disso, Cochran também auxiliou a carreira do influente baixista de jazz Jaco Pastorius ao recrutar o jovem músico para sua banda, a C.C. Riders. Mais tarde, Pastorius se juntaria ao grupo Weather Report, ao lado de artistas como Joni Mitchell e Pat Metheny.

Descanse em paz!

Deixe seu comentário: